Diagrama Riscos CO

Onde é encontrado CO? O que é o monóxido de carbono?
O monóxido de carbono, ou CO, é um gás inodoro e incolor que pode causar doenças e morte súbita.

CO é encontrado em produtos de combustão, tais como os produzidos por carros e caminhões, pequenos motores a gasolina, fogões, carvão e madeira queimando, fogões a gás e sistemas de aquecimento. O CO a partir destas fontes pode acumular-se em espaços fechados ou semi-fechados. Pessoas e animais nestes espaços podem ser envenenados por respirá-lo.

Quais são os sintomas de envenenamento por CO?
Os sintomas mais comuns de intoxicação por CO são dor de cabeça, tonturas, fraqueza, náuseas, vômitos, dor no peito, e confusão. Alto nível de inalação de CO pode causar perda de consciência e morte. A menos que suspeitado, envenenamento por CO pode ser difícil de diagnosticar porque os sintomas imitam outras doenças. As pessoas que estão dormindo ou intoxicadas podem morrer de envenenamento por CO antes mesmo de sentir os sintomas.

Como ocorre o envenenamento por CO?


Quem corre risco de envenenamento por CO?

Os glóbulos vermelhos pegam CO mais rápido do que pegam o oxigênio. Se há uma grande quantidade de CO no ar, o corpo pode substituir o oxigênio no sangue com o CO Este oxigênio bloqueado de entrar no corpo e nas células pode danificar os tecidos e resultar em morte for asfixia. Na verdade a afinidade da hemoglobina com o CO é 250 vezes maior do que a afinidade com o oxigênio e é por isso que o CO é tão perigoso, além de não ter cheiro nem cor, sua ligação com a hemoglobina é extremamente perigosa para todas as células dos animais que necessitam de oxigênio para sobreviver.

Todas as pessoas e os animais estão em risco de envenenamento por CO. Certos grupos – fetos, bebês e pessoas com doença cardíaca crônica, anemia ou problemas respiratórios – são mais suscetíveis aos seus efeitos. Dados da Centers for Disease Control and Prevention – CDC informam que a cada ano, mais de 400 americanos morre de envenenamento por CO não intencional, mais de 20.000 visitam a sala de emergência e mais de 4.000 são hospitalizadas devido à intoxicação por CO. A fatalidade é mais alta entre os americanos mais de 65 anos.